Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes :

Encontre aqui as respostas às suas perguntas. Para colocar uma pregunta nova,clique o botão abaixo.

Terapia Sexual

Bom dia, gostaria de saber se existe a possibilidade de uma consulta por videoconferencia, tendo em conta a actual fase de pandemia, Obrigado


Muito obrigado pela sua questão. Face às atuais contingências pelo Covid-19, sempre que possível, as sessões são realizadas por videoconferência (Skype, Zoom ou WhatsApp). O pagamento da sessão pode ser feito através de transferência bancária ou Mbway.




Olá Dr. Fernando, Não sei se será um terapeuta sexual que devo procurar ou como abordar o assunto. Tenho ao longo dos últimos 15 anos consumido pornografia regularmente ou utilizado a masturbação como escape emocional. Tudo isto tem nos últimos anos perturbado a minha relação emocional/ sexual com o sexo oposto. O Dr. já acompanhou casos semelhantes ou recomenda algum profissional em específico? Agradeço o cuidado.


Bom dia,

muito obrigado pelo seu contacto. A compulsão/dependência sexual é uma perturbação sexual bastante frequente. É importante procurar ajuda, sempre que este comportamento causa acentuado mal-estar e/ou interfere no dia-a-dia. Para este tipo de perturbação, é recomendada a Terapia Sexual. Por vezes é necessário complementar com alguma medicação. Estou totalmente disponível para o ajudar, caso considere oportuno.




Boa noite, tenho tido uma relação sexual já à cerca de ano e meio sempre com a mesma parceira e sempre correu tudo bem mas no último mês, nas últimas 2 vezes tenho tido uma ejaculacao muito rápido nem cerca de 1 min de ato sexual e não percebo o porquê, nunca fui assim, espero que me possa ajudar boa noite aguardo uma resposta.


Boa noite,

muito obrigado pela sua questão. A Ejaculação Prematura/Precoce é das Disfunções Sexuais masculinas mais frequentes, mas também das mais fácilmente ultrapassáveis. É importante procurar ajuda, se esta Perturbação Sexual causa acentuado mal-estar ao próprio e/ou ao parceiro. Na maior parte dos casos, a Ejaculação Prematura está associada a um padrão de ansiedade onde o homem sente uma pressão enorme em controlar a sua ejaculação o que acaba por ter precisamente o efeito oposto. Para este tipo de perturbação, é recomendada a Terapia Sexual. Esta intervenção visa dotar o homem de um maior controlo ejaculatório e maior autoconfiança sexual. Por vezes é necessário complementar com alguma medicação. O número de sessões necessárias, depende muito da problemática de cada pessoa e da forma como o processo se vai desenrolando. Estou totalmente disponível para o ajudar, caso considere oportuno.




Boa noite doutor, tenho 21 anos. Em toda a minha vida, penso nunca ter tido um orgasmo. Sempre foi uma questão que tentei levar de forma leve e sem autojulgamentos. Mas ultimamente, tem me deixado cada vez mais frustrada. O problema geralmente não é a parte da excitação sexual, mas sim o orgasmo em si. Sinto que muita desta dificuldade advém da falta de experiência sexual com um parceiro (não sou virgem, mas também não me considero experiente). Não sei bem o que fazer, e por isso decidi que talvez o melhor fosse procurar ajuda externa. Talvez conhecer mais sobre o assunto me possa ajudar, ou mesmo ponderar sobre a marcação de uma consulta. Aguardo notícias suas, Grata pela atenção.


Bom dia,

muito obrigado pelo seu contacto. A Perturbação do Orgasmo Feminino é uma das dificuldades sexuais mais comuns, apresentadas pelas mulheres, em terapia sexual. Sempre que esta Perturbação Sexual causa mal-estar significativo é importante procurar ajudar. A terapia sexual procurar identificar e desbloquear os fatores limitadores de gratificação sexual. Muitas vezes, nestes casos, estão presentes crenças e tabus culturais limitadores da vivência de uma sexualidade prazerosa. Também podem estar presentes fatores como ansiedade, preocupação com engravidar, problemas relacionais, ou dificuldade em transmitir ao/à parceiro/a a forma como gosta de ser ser estimulada. Por vezes, podem existir condições médicas e medicamentosas que podem causar esta dificuldade, sendo necessário, um acompanhamento ginecológico. Estarei disponível, sempre que considerar necessário.




Boa tarde Tenho 23 anos, e nos últimos anos estou tendo um grande problema com a ejaculação precoce, tendo como consequência a insegurança antes e no momento do ato e fazendo com meu consumo com a pornografia seja grande. Por diversas vezes pensei em procurar algum meio para controlar, como remédio, masturbar antes do ato, ficar dias sem me masturbar, entre outros. Sinto se ao longo do tempo só vai piorando e pensei, por fim, procurar ajuda. Podes falar um pouco do meu caso e se tens alternativas? Pra já, obrigado


Muito obrigado pela sua questão.

A dificuldade no controlo da ejaculação (geralmente conhecida como Ejaculação Prematura) é dos problemas sexuais mais comuns, entre os homens, mas também é dos mais facilmente ultrapassáveis. Geralmente esta dificuldade está associada a questões de ansiedade.

Para ultrapassar esta dificuldade deverá procurar ajuda de um sexólogo. O tratamento pode envolver alguma medicação e uma intervenção psicoterapeutica especializada.

Na maioria dos casos, os tratamentos são centrados na “re-aprendizagem” gradual do controlo de estímulos através de exercícios de masturbação e focos sensoriais. Por exemplo, quando estiver a masturbar-se e sentir que está quase a ejacular pare! Aguente alguns segundos (até diminuir a sensação de que está próximo a ejacular) e volte a masturbar-se. Repita este processo e ejacule após 3 paragens. Este exercício permitir-lhe-á tomar maior consciência da eminência ejaculatória e controlar melhor a sua ejaculação.

Este é apenas um dos vários exercícios que podem ser sugeridos por um sexólogo. Cada tratamento deve ser adaptado a cada caso e, sempre que possível, deverá incluir o parceiro no processo terapêutico.

Estarei disponível para o ajudar, caso considere necessário.

Obrigado,

Fernando Mesquita




Tem acordo com os Sams ou a Advance Care?


Muito obrigado pelos seu contacto. Neste momento, não disponho de nenhum acordo direto com Subsistemas de Saúde ou Seguradoras (MEDIS, SAMS, ADM, ADSE, ADVANCECARE, entre outras). Pergunte na sua seguradora de saúde se comparticipa consultas de Psicologia. Embora não tenha acordo direto, algumas seguradoras comparticipam as consultas mediante a apresentação do Recibo Verde.




Olá Fernando Mesquita, gostaria de saber se há como reverter no caso da ejaculação retardado meu namorado sofre disso a 20 anos só aconteceu 3 vezes e nunca mais, se mesmo nunca ter conseguido ejacular se volta a ejacular, o que pode fazer, há tratamento e medicamento que pode fazer com que ele ejacula naturalmente, ele já procurou psiquiatra, e não resultou, com a terapia sexual pode resultar obrigada.


Muito obrigado pelo seu contacto. A ejaculação retardada é uma disfunção sexual masculina que deve ser devidamente avaliada. Na sua forma mais frequente, a dificuldade está presente durante o coito, embora o homem consiga ejacular a partir da estimulação manual ou oral pelo parceiro. Alguns homens com ejaculação retardada conseguem ejacular, mas apenas depois de uma estimulação muito prolongada e intensa fora do coito. Muitos destes homens referem sentir-se excitados no início do encontro sexual, mas afirmam que os movimentos se transformam gradualmente numa rotina, em vez de num prazer. Alguns homens conseguem ejacular apenas por masturbação. É importante procurar ajuda de um Terapeuta Sexual para uma avaliação criteriosa das causas desta dificuldade sexual e para que se consiga ultrapassar esta dificuldade. Fernando Mesquita




Muito bom dia o meu marido já fez vários exames e não acusou nada os médicos dizem que é psicológico. Hoje em dia para termos relações ele tem de tomar um comprimido porque sem isso ele diz que não é capaz.


Muito obrigado pela sua questão. Existem diferentes padrões de disfunção erétil. Alguns homens apresentam incapacidade total em obter qualquer ereção. Outros queixam-se que, embora tenham uma ereção adequada existe perda da tumescência ao tentar a penetração. Outros ainda relatam que chegam a conseguir fazer a penetração, mas que esta diminui durante os movimentos sexuais. Alguns homens apenas conseguem ter ereção durante a auto masturbação ou ao acordar. As dificuldades eréteis estão frequentemente associadas com ansiedade sexual, medo de "falhar", preocupações acerca do desempenho sexual e uma redução da sensação de excitação e prazer sexual. Uma disfunção erétil é capaz de perturbar um relacionamento conjugal ou sexual existente. Pode estar associado com Perturbação de Desejo Sexual Hipoativo e Ejaculação Precoce. Muitos homens recorrem a fármacos como uma "bengala" para a sua confiança sexual, sem que necessitem, pois não existe nenhum problema orgânico associado. Muitos tornam-se dependentes deste tipo de químicos a ponto de não conseguirem ter ereção sem recorrem a estes produtos. Nestas situações, a Terapia Sexual poderá ajudar a ganhar mais autoconfiança sexual levando a uma desvinculação de crenças como "só tenho ereção, com a minha mulher, se tomar o comprimido".




Bom dia Dr. Fernando mesquita. Estou com uma situação que está a deixar-me preocupado e triste demais.eu relaciono-me com uma jovem,e quando eu estou com a mesma,eu sinto-me nervoso,sinto-me incapaz de a satisfazer sexualmente,não sei se é pelo facto dela ser mais velha que eu,mas por vezes eu chego a não ter uma erecção,e se tenho,não é do jeito que devia ser ao meu ver,e o nervosismo faz-me perder o controlo e ejacular cedo demais. Eu acho ela muito para mim,e talvez por essa razão, eu fico nervoso ao lado dela e as vezes com dificuldade de ter uma boa erecção satisfatória ou não tendo erecção nenhuma.eu quero acabar com esse medo e essa insegurança que eu mesmo criei na minha cabeça,e não estou a ver como.por que isto so acontece com ela mesmo.e o factor idade influência muito. O senhor teria como ajudar-me a ultrapassar esse medo e acabar com os pensamentos negativos que tenho quando estou com ela?


Muito obrigado pela sua questão. A ansiedade de performance é o principal inimigo psicológico da resposta sexual. A "enorme vontade" que tudo corra na perfeição, de não falhar, de satisfazer sexualmente o/a parceiro/a, entre outras crenças e pensamentos, acaba por elevar os níveis de ansiedade e quebrar qualquer tipo de excitação, pois a pessoa mete-se "à prova", em vez de se estar a "saborear" o momento. Penso que esta ansiedade será a principal causa das suas dificuldades de ereção e controlo de ejaculação. Através da Terapia Sexual, poderá encontrar estratégias para lidar com esta ansiedade e fortalecer a sua confiança sexual.





Terapia Conjugal

Eu e a minha esposa gostariamos de ter consultas consigo, mas como somos do norte não nos podemos deslocar a Lisboa. É possível fazer as sessões via skype?


Muito obrigado pela sua questão. Sempre que possível as sessões presenciais devem ser priviligiadas. No entanto, em algumas situações, o acompanhamento por videoconferência pode ser uma opção. O vosso caso encaixa-se nestas situações. Em alternativa, posso referenciar um colega mais próximo da vossa área de residencia que vos possa acompanhar.




Gostava de saber como funciona a terapia conjugal, os valores e em que zona.  Penso que eu e o meu marido deveriamos fazer, vivemos na Ericeira. Muito obrigada


Muito obrigado pelo seu contacto. As consultas de Terapia Conjugal visam ajudar a ultrapassar diversas dificuldades (Ciúme; Traição; Dificuldades de comunicação no casal, Dependência Amorosa, entre outras). As sessões devem incluir os(as) parceiros(as), mas, em casos particulares, é possível prosseguir em terapia com sessões individuais. O número de sessões necessárias, depende muito da problemática de cada casal e da forma como o processo se vai desenrolando. O horário das consultas é de segunda a sexta-feira, das 17h00 às 22h00. A clínica fica em Lisboa, no Campo Grande, Nº4, 6º Dt (edifício com banco Millennium, frente à rotunda de Entrecampos). O valor de cada sessão é de 70€.




Boa tarde, O meu relacionamento tem uma série de dificuldades na área sexual e na área pessoal devido a dificuldades de comunicação e conflitos constantes. Gostaria de saber, caso exista a decisão de fazer terapia, qual seria aconselhada visto parecer me que os problemas numa área afectam os da outra e vice versa. Gostaria também de saber o valor de cada sessão para poder avaliar a sua viabilidade. Muito obrigado pela atenção. Fico a aguardar resposta às questões colocadas e outra informação que considere relevante. Cumprimentos


Muito obirgado pelas suas questões. Sem dúvida que a qualidade da relação conjugal afeta a intimidade/sexualidade do casal, e vice-versa. Portanto, a Terapia Conjugal e a Terapia Sexual acabam por estar muito ligadas. Normalmente, o que varia é o foco principal no processo terapêutico. Ou seja, se o casal apresenta um pedido de ajuda por "falta de Desejo Sexual", de um dos parceiros, o foco do processo terapeutico será essencialmente esse, embora muitas vezes também seja necessário abordar questões sobre a personalidade, de cada um dos elementos do casal, e a qualidade da relação amorosa. A primeira sessão é dedicada a avaliar estas questões e identificar qual a intervenção que poderá trazer mais beneficios para o casal. O valor de cada sessão (Terapia Conjugal ou Terapia Sexual) é de 70€. Espero ter ajudado, estarei disponível sempre que considere oportuno.





Terapia Cog.Comportamental

Boa tarde, gostaria de saber se tem acordo com seguradoras. Obrigado.


Boa tarde, muito obrigado pelos seu contacto. Neste momento, não disponho de nenhum acordo direto com Subsistemas de Saúde ou Seguradoras (MEDIS, SAMS, ADM, ADSE, ADVANCECARE, entre outras). Pergunte na sua seguradora de saúde se comparticipa consultas de Psicologia. Embora não tenha acordo direto, algumas seguradoras comparticipam as consultas mediante a apresentação do Recibo Verde.





Terapia EMDR






Mais informação

Dúvidas ou Informações ?

Deseja ter uma Consulta ?

Agende já