Perturbação do Interesse/Excitação Sexual

Perturbação do Interesse/Excitação Sexual

A característica essencial da Perturbação do Interesse/Excitação Sexual Feminino consiste num atraso, ou ausência persistente ou recorrente do interessa na atividade sexual e da excitação/prazer sexual durante a atividade sexual. Esta dificuldade deve provocar acentuado mal estar ou dificuldade interpessoal.

Critérios de diagnóstico

A. Ausência ou redução significativa, do interesse/excitação sexual, manifestadas por pelo menos 3 dos seguintes: 

  • Ausência/redução do interesse na atividade sexual;

  • Ausência/redução de pensamentos sexuais/eróticos ou de fantasias;

  • Ausência/redução da iniciativa para a atividade sexual e tipicamente não recetiva às tentativas do parceiro para iniciar a atividade sexual;

  • Ausência/redução da excitação/prazer sexual durante a atividade sexual em quase todos ou todos (aproximadamente 75%-100%) os encontros sexuais (em contextos situacionais identificados ou, se generalizada, em todos os contextos);

  • Ausência/redução do interesse/excitação sexual em resposta a quaisquer estímulos sexuais/eróticos internos ou externos (por exemplo, escritos, verbais, visuais);

  • Ausência/redução das sensações genitais ou não genitais durante a atividade sexual em quase todos ou todos (aproximadamente 75%-100%) os encontros sexuais (em contextos situacionais identificados ou, se generalizada, em todos os contextos);

B. Os sintomas do Critério A. persistiram por um período mínimo de aproximadamente 6 meses.


C. Os sintoma do Critério A. causam mal-estar clinicamente significativos ao indivíduo.


D. A disfunção sexual não é mais bem explicada por uma perturbação mental não sexual ou como uma consequência de dificuldades relacionais graves ou de outros fatores de stress significativos e não é atribuível aos efeitos de uma substância/medicamento ou outra condição médica.


(Informação retirada de DSM-5, APA)

Comorbilidades

A comorbilidade entre problemas do interesse/excitação sexual e outras dificuldades sexuais é extremamente comum. 


As dificuldades sexuais e o descontentamento com a vida sexual estão altamente correlacionados com mulheres com desejo sexual reduzido. 


O baixo desejo gerador de mal-estar está associado a depressão, problemas da tiroide, ansiedade, incontinência urinária e a outros fatores médicos. 


A artrite e a doença inflamatória intestinal ou a síndrome do cólon irritável também se associam a problemas de desejo sexual. 


O desejo reduzido parece ser uma comorbilidade na depressão, abuso sexual e físico na idade adulta, funcionamento mental global e uso de álcool.

Tratamento

Na primeira sessão é realizada uma avaliação criteriosa para um correto diagnóstico clínico. Em algumas situações podem ser indicados exames clínicos.


Se a Terapia Sexual for a mais indicada, é apresentado um plano de tratamento com sessões períodicas, com duração de aproximadamente 45 minutos/cada.


Sempre que possível, e caso exista uma relação, é sugerido que o/a parceiro/a compareça na sessão inicial e/ou seguintes.

Consequências mais comuns

# 1
As dificuldades no interesse/excitação sexual estão muitas vezes associadas a diminuição da satisfação na relação.

# 2
Está frequentemente associado a mal-estar psicológico em um ou ambos os parceiros.

# 3
Alguns parceiros sexuais podem referir que se sentem menos competentes/atraentes sexualmente porque o seu parceiro não tem interesse/excitação sexual.

A característica essencial da Perturbação do Interesse/Excitação Sexual Feminino consiste num atraso, ou ausência persistente ou recorrente do interessa na atividade sexual e da excitação/prazer sexual durante a atividade sexual. Esta dificuldade deve provocar acentuado mal estar ou dificuldade interpessoal.


Podem existir diferentes perfis sintomáticos entre mulheres, bem como uma variabilidade na forma como o interesse/excitação sexual são expressos.


Por exemplo, numa mulher a perturbação do interesse/excitação sexual pode expressar-se como falta de interesse na atividade sexual, uma ausência de pensamentos eróticos ou sexuais e relutância em iniciar uma atividade sexual e em responder aos convites sexuais do parceiro. Noutra mulher, as principais caracteristicas podem ser a incapacidade de ficar sexualmente excitada, de responder a estímulos sexuais com desejo sexual e a correspondente falta de sinais de excitação sexual física. 


Uma vez que o desejo e a excitação sexuais coexistem muitas vezes e são desencadeados em resposta a estímulos sexuais adequados, os critérios para a perturbação do interesse/excitação sexual feminino têm em conta que as dificuldades no desejo e excitação caracterizam, com frequência em simultâneo, as queixas destas mulheres com esta perturbação.

Solicitar Informações

Para mais informações sobre as consultas de sexologia, não hesite em contactar-me.

Agendar Consulta

Identifica-se com esta situação?  Esta condição causa-lhe mal-estar?

Procure ajuda!

Subscrever Newsletter

Subscreva para receber noticias minhas

Erro,por favor tente mais tarde.

Obrigado por subscrever!

FUNDO BRANCO.png
Home3.jpg
Fernando 3-4.png

Comece já 
a melhorar a sua vida 

Agende uma consulta e consiga o suporte e a ajuda para voltar a uma vida harmoniosa e saudável